Fake News

Os limites da verdade

pexels-photo-586339.jpeg

Um fenómeno recorrente

É cada vez maior o número de publicações e sites  hospedados anonimamente que promovem a distribuição deliberada de desinformação ou boatos, com a intenção de criar opinião púbica para obter ganhos financeiros ou políticos. Estas publicações submetem-se ao interesse de particulares publicando notícias falsas, criadas deliberadamente como propaganda para manipular as massas.

Conhecidas como fake news, as histórias fabricadas a partir do nada e com conteúdo intencionalmente falso são servidas ao público com manchetes atraentes para aumentar o número de leitores e para obter cliques e likes nas redes sociais. O seu caráter sensacionalista faz com que sejam propagadas a grande velocidade e consumidas por milhões de pessoas, provocando uma enorme influência na cultura popular.

O termo fake news teve origem nos meios de comunicação tradicionais, referindo-se ao fenómeno das notícias fabricadas. Recentemente, no contexto das eleições realizadas em França e nos EUA, ganhou uma dimensão preocupante nas redes sociais, causando uma forte polarização política com influência na popularidade dos candidatos e nas intenções de voto. Diversas notícias forjadas na redação de jornais, mais ou menos reputados, em sites de crédito duvidoso e em diversas redes sociais, lançaram notícias e boatos sem fundamento real acerca dos candidatos. Estas notícias foram divulgadas massivamente e apresentadas como sendo verídicas, criando uma nova realidade social e política a que alguém chamou de ”pós-verdade”.

A era da reputação

pexels-photo-479356.jpegVivemos, neste tempo, uma mudança de paradigma fundamental em relação ao conhecimento. Estamos a assistir à transição da “era da informação” para a “era da reputação”, na qual a informação apenas tem valor se for devidamente filtrada, avaliada e validada por terceiros. A reputação de quem veicula a informação tornou-se o pilar central da inteligência coletiva dos nossos dias.

Recentemente foi denunciada a utilização de mais de 50 milhões de perfis do Facebook para fazer propaganda política através da proliferação de notícias falsas durante a campanha eleitoral americana. Este escândalo causou um forte abalo na reputação do Facebook e colocou a rede social na mira das autoridades. É apenas um exemplo que ilustra a forma como os agentes políticos de servem da análise de dados (big data) e recorrem a empresas para criarem realidades e factos alternativos.

A única arma eficaz para combater o fenómeno é promover um jornalismo de qualidade, através da criação de mecanismos que facultem informação fidedigna aos jornalistas e introduzam um sistema de credibilidade que garanta conteúdos e notícias de qualidade, reconhecidos em todas as plataformas.

pexels-photo-372042.jpeg

Respostas

Como resposta, diversos investigadores têm estudado o fenómeno propondo o desenvolvimento de ferramentas que ajudem as pessoas a detetar notícias fabricadas. A sua missão é classificar a veracidade e a reputação das notícias propagadas no turbilhão das redes sociais.

Do ponto de vista do leitor, é fundamental compreender o fenómeno das fake news e desenvolver o sentido crítico necessário para o combater. Devemos assumir um compromisso social e coletivo e permanecer em alerta no combate a este flagelo que atenta todos os dias contra o nosso direito a uma informação de qualidade.

Porque tem esse direito e porque também tem o dever de estar atento deixamos-lhe algumas dicas para o ajudar a  identificar fake news:

Verificar se a URL aponta para um site fidedigno e com reputação de fiabilidade da informação.

Questionar o estilo do autor da publicação e verificar se é apresentada com uma manchete sensacionalista, exagerada ou evidentemente falsa para chamar a atenção do leitor.

Descobrir a identidade da fonte (quem partilhou a informação em primeiro lugar)

Conferir a data de publicação. Algumas notícias verídicas no momento da sua publicação original, podem-se tornar fake news quando reaparecem mais tarde fora de prazo e fora do contexto, não se aplicando à realidade atual.

Contrastar as notícias. Quando uma notícia é verdadeira, aparecerá em diversos sites e redes sociais e não apenas naquele site pouco conhecido.

Conferir a origem e a reputação do site e verificar se tem um histórico de notícias desmentidas no passado ou se é conhecido por sensacionalismo.

Ferramentas

Storyfull é uma comunidade de profissionais de notícias que trabalha colaborativamente numa plataforma online e em tempo real para estabelecer a máxima clareza e contexto em torno das grandes histórias do dia.

army-blade-compact-cut-42222.jpeg

O projeto tem uma página no Google+ que funciona como uma sala de redação aberta, disponível para jornalistas e especialistas que colaboram num objetivo comum: verificar factos, desmentir notícias falsas, esclarecer o leitor, creditar as fontes e fornecer informação fidedigna.

Disponibilizam ainda uma extensão para o google Chrome o Storyful Multisearch que permite contrastar as notícias resultantes de uma pesquisa nas redes sociais.

First Draft é um projeto da Escola Harvard Kennedy, criado para combater as fake news e a desinformação através do trabalho de campo, da pesquisa e da educação.

O site Snopes.com foi fundado em 1994 para pesquisar lendas urbanas, tendo-se tornado desde então, o mais antigo e o mais fidedigno site de verificação de fatos na Internet. Considerado por jornalistas de todo do mundo, o Snopes é fonte de jornais importantes, incluindo The New York Times, Los Angeles Times, The Washington Post, The Wall Street Journal e Reader’s Digest. Tem uma secção direta de verificação de factos e notícias da atualidade.

FactCheck.org é um projeto da Universidade da Pensilvânia (EUA) não partidário e sem fins lucrativos, criado por uma comunidade de investigadores com o intuito de monitorizar a precisão factual do que é dito pelos políticos dos EUA nos anúncios de TV, debates, discursos, entrevistas e comunicados de imprensa.

O principal objetivo é aplicar as melhores práticas de jornalismo para melhorar a qualidade da informação e aumentar o conhecimento e a compreensão do público. Exclusivamente centrado na política dos EUA, é um site de referência para verificar a veracidade e credibilidade das notícias.

 

SaveSave

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s